domingo, 23 de março de 2014

A mágica do perdão




Não, não estou falando daquela lenga, lenga religiosa: perdoai e serás perdoado ... direto pro céu, direto pro inferno, não!
Estou falando de algo mais prático, sem lenga, lenga, sem estereótipos ... Algo que deveríamos fazer sem pensar muito, assim como respirar ... Algo muito óbvio que é : Pedir Desculpas!
Parece bobo, né¿ Mas, acreditem a maioria das pessoas, mesmo tendo nítida certeza de ter ferido alguém, preferem fingir que nada aconteceu, deixar o tempo passar para ver se tudo apaga, puxar um papo cotidiano qualquer como se nada tivesse acontecido, sim, porque tudo isso é bem mais fácil do que pedir desculpas de forma sincera!
Eu discordo! E digo mais, NÃO quero esse tipo de gente na minha vida!
Quem concede mais importância ao orgulho do que ao “Errei! Não foi minha intenção te magoar, desculpe!”, simplesmente não abre as portas de seu coração e de sua alma para um crescimento verdadeiro ... Ser humilde, não é ser “pobrinho com cara de coitado”, como muitas vezes nossa sociedade pinta. Ser humilde é ter coragem para assumir quando erra e ser gentil e honesto com quem faz parte de sua vida; É baixar a guarda do orgulho e dizer a que veio sem medo de se envolver; É entregar parte de seu coração e se deixar tocar pelo outro; É assumir que precisa de ajuda de vez em quando e se permitir ser ajudado!
Talvez, a humildade seja a chave que abra a porta do perdão e desarme os corações endurecidos ...
Talvez ...

Rose Rabelo
Foto: Google Imagem

Nenhum comentário:

Postar um comentário